Choque térmico: entenda sintomas, o que pode causar e como evitar

Usar ar-condicionado em dias quentes pode ocasionar choque térmico? Conheça os mitos e fatos.

Publicado por Frigelar | 10 de julho de 2020

Atualizado em 14 de outubro de 2020

As histórias sobre o choque térmico são muitas e, geralmente, elas vêm acompanhadas de grandes exemplos (fictícios ou não) que colocam medo até em adultos. Quem já ouviu os pais falarem sobre a “boca torta” sabe bem como esses contos podem assustar, não é?

Neste artigo, vamos entender melhor como funciona, o que é verdade e como você pode se prevenir. Algumas informações são verdadeiras e o cuidado precisa realmente ser tomado. Porém, também há alguns mitos criados em torno do assunto.

Entenda como funciona o choque térmico

Sair de um ambiente muito quente e entrar num lugar muito frio (ou vice e versa) é basicamente a explicação do que pode causar um choque térmico na prática. Quando uma pessoa passa por uma mudança brusca de temperatura, pode sofrer alguns danos corporais.

De acordo com o G1, isso acontece porque o corpo humano entende que o choque é um estresse sofrido pelo organismo, podendo levar a alterações do metabolismo, como febre, baixa de imunidade, liberação de citocinas e até à arritmia, que pode levar à morte. Só com essa informação já vimos que o choque térmico não é brincadeira. Então, é bom ficar de olho em mudanças repentinas de temperatura para se proteger e não correr riscos. 

Sintomas do choque térmico

Os sintomas mais comuns são a tontura e o rosto gelado, mas também podemos ver tremores, hipotensão ou hipertensão arterial e a própria paralisia facial. Por isso, caso você trocou de ambientes com temperaturas diferentes e teve alguns dos sintomas citados, fique atento porque pode ser perigoso. Na dúvida, consulte o seu médico.

Ar-condicionado causa choque térmico?

Se falamos de temperatura, não podemos deixar de falar do ar-condicionado. Muitas pessoas questionam se o uso desse aparelho em dias muito quentes pode gerar ou não um choque térmico quando saímos para a rua.

Como o choque pode acontecer na mudança brusca de clima, nossa indicação é que você escolha uma temperatura mais amena para seu ar-condicionado. O ideal é que a sala em que você está se mantenha em torno de 23 graus, considerada a temperatura ideal. Assim, é possível combinar o conforto do seu dia a dia com o cuidado que é extremamente necessário. 

A probabilidade de choque térmico com o ar-condicionado é muito baixa, já que a sua temperatura não chega a patamares muito extremos e, portanto, não tem uma mudança tão brusca. Porém, se você sente alguma mudança corporal quando faz a transição, é sempre bom aumentar a temperatura para não submeter o corpo ao estresse, por menor que seja. 

Saiba mais sobre: Cuidados com a sua saúde necessários quando você usa um ar-condicionado

Como evitar o choque térmico

  • Tome bastante água

Estar com seu corpo hidratado ajuda a evitar o choque térmico. Por isso, não esqueça da garrafinha de água. Além de fazer bem para a saúde do seu corpo, ela ajuda a evitar todos os sintomas que já listamos até aqui. Esse é só um exemplos da importância da água para a nossa saúde.

  • Mudança gradual de ambientes

Se você vai sair numa noite de inverno e acabou de tomar banho, nossa dica é que você faça uma transição gradual entre os ambientes, acostumando o corpo ao frio da rua. É mais difícil acontecer um choque térmico saindo do banho, pois a mudança de temperatura precisa ser mais extremas, mas o cuidado é sempre bem-vindo. 

  • Ingira alimentos mais leves

Frutas e verduras ajudam a equilibrar o seu organismo, tornando seu corpo mais forte e, por consequência, ajudando a evitar esse problema. 

Importância da alimentação e hidratação para evitar o choque térmico.
Alimentação saudável é a chave para manter a saúde em dia

Mitos e verdades

  • Sair do banho e abrir a geladeira causa choque térmico?

A mudança de temperatura entre o banho e a abertura da geladeira é baixa. Por isso, é um mito, já que não oferece alto risco de choque térmico .

  • Choque térmico deixa a boca torta?

Como vimos, a paralisia facial pode ser uma consequência do choque térmico. Muitas pessoas confundem a paralisia com o AVC e, isso sim é um mito do choque. De qualquer forma, é necessário visitar um médico e analisar qualquer questão referente à famosa “boca torta”, que tanto ouvimos falar em nossa infância. 

Acompanhe as redes da Frigelar:

Veja também!

Como resfriar rapidamente um ambiente com ar-condicionado

Entenda mais sobre as funcionalidades do aparelho e como ajudá-lo a gelar mais

Continue Lendo...

Turbine o seu ventilador para resfriar um ambiente rapidamente

Até mesmo a forma como se posiciona o aparelho influencia na sua capacidade de reduzir a sensação térmica

Continue Lendo...

Sobre o blog

O Blog da Frigelar nasceu do intuito de tirar todas suas dúvidas sobre ar-condicionado, refrigeração e ainda trazer dicas especiais para que seu dia a dia seja cada vez mais tranquilo, confortável e repleto de bem-estar!