Conheça as diferenças entre cooktop a gás e cooktop de indução

Descubra os benefícios e ônus de cada modelo, em relação à economia, segurança e funcionalidade

Publicado por Frigelar | 17 de agosto de 2021

Atualizado em 6 de setembro de 2021

Não é de hoje que o cooktop está tomando o lugar do fogão nas casas dos brasileiros. Mais moderno e elegante, é a escolha preferida de quem deseja uma cozinha com ar mais requintado e funcional. Mas, na hora de escolher entre os modelos, pode surgir a dúvida: cooktop de indução ou cooktop a gás? 

Diferentemente dos fogões convencionais, os cooktops não contam com forno. A opção ganha vantagem por ser uma peça pensada para ser sobreposta ou embutida em bancadas, permitindo uma economia de espaço. 

Conheça os modelos de cooktop existentes no mercado

Se você acha que cooktop é só para quem possui uma cozinha planejada, saiba que esse eletrodoméstico é muito versátil e se adapta a qualquer cozinha. Hoje, já é possível encontrar cooktops de modelos, materiais, marcas e cores bem diferentes. 

Os principais modelos de cooktop são o cooktop a gás, com funcionamento semelhante a um fogão e o cooktop com alimentação por indução. Entenda mais: 

Diferenciais do cooktop de indução

A indução foi aclamada como a grande novidade na tecnologia de cozinha por décadas. Usando o poder do eletromagnetismo, esses cooktops podem ferver água em quase metade do tempo de um queimador a gás. Ao mesmo tempo, também são capazes de manter temperaturas tão baixas que é quase impossível queimar um molho ou chocolate derretido. Eles também são mais seguros do que outros tipos de cooktops, por não ter chama aberta e gerar pouco calor residual depois de desligá-los.

Os cooktops de indução estão amplamente disponíveis desde meados dos anos 2000, em diversos modelos e de várias marcas. Para cozinhas menores, há modelos de uma e de duas bocas. Para quem tem uma família maior ou gosta de preparar diversos alimentos simultaneamente, existem opções de até seis bocas.

Como o cooktop em si não esquenta, é fácil de limpar. Se cair água ou respingar molho, basta passar um pano. É também uma opção bastante segura para quem tem crianças em casa, evitando queimaduras acidentais. 

homem limpando cooktop de indução com pano azul
Fácil de limpar, o cooktop de indução não aquece sua superfície

Entretanto, a preocupação com os utensílios de cozinha pode ser um problema que impede alguns brasileiros de adotar o cozimento por indução. Como a indução depende do eletromagnetismo, apenas panelas com fundo magnético (aço e ferro) podem transferir calor. Ou seja, utensílios de cobre, alumínio e cerâmica não funcionam. 

Isso não significa que você precisa comprar panelas totalmente novas. Se um imã grudar no fundo , suas panelas e frigideiras funcionarão com indução.

A queda dos preços e a crescente conscientização do consumidor estão ajudando os cooktops com essa tecnologia a se firmarem no gosto popular. Além disso, esse é um processo semelhante ao que aconteceu com o micro-ondas. Quando lançado, ainda na década de 1970, teve uma taxa de adoção bastante lenta, pois as pessoas não entendiam a ciência por trás do cozimento em micro-ondas, ou como isso poderia beneficiá-las. Hoje, o eletrodoméstico já está presente na maioria das casas. 

Como funciona o cooktop de indução

Embaixo do fogão, você encontrará uma bobina de metal. Quando ligada, essa bobina cria um campo magnético sob a superfície que começa a reagir com a panela sobre o fogão, criando uma corrente. Esta corrente que as forças magnéticas se unem para formar, faz com que a panela aqueça e a comida dentro dela comece a cozinhar. Pode parecer um processo longo, mas o aquecimento é bastante rápido.

parte interna de um cooktop de indução da bosch
Parte interna de um cooktop de indução. Foto: Bosch

A indução é capaz de fornecer cerca de 80% a 90% de sua energia eletromagnética para o alimento na panela. Compare isso ao gás, que converte apenas 38% de sua energia, e à eletricidade, que só consegue cerca de 70%. Isso significa que os cooktops de indução não apenas esquentam muito mais rápido, mas seus controles de temperatura também são muito mais precisos. 

Talvez uma das melhores características do cozimento por indução seja o fato de que o cooktop nunca esquenta. Como não há transferência de calor, toda a superfície do cooktop de indução permanece fria ao toque. Contudo, lembre-se: o cooktop não esquenta, mas a panela, sim. Então, ainda é preciso tomar cuidado para evitar acidentes. 

Pensando em facilitar a vida de quem prepara alimentos, algumas marcas, como a Samsung, possuem cooktops de indução com uma “chama virtual” azul, de LED, que ajuda o novo usuário a visualizar a quantidade de calor que vai para a panela. Veja:

Chama virtual presente no cooktop Samsung auxilia os cozinheiros

Conheça outras novidades da Frigelar: Saiba quais são as diferenças entre coifa, depurador de ar e exaustor

Os melhores cooktops de indução

Cooktop de Indução Britânia BCT01P

Permite ser levado à mesa ou a qualquer outro lugar. Tem base em vidro cerâmico e conta com 10 níveis de potência e temperatura, indo de 60°C a 240°C. Possui ainda display digital e painel touch, além de timer ajustável de 180 minutos. Queimador para recipientes de 12 a 22cm.

Cooktop de Indução Britânia BCT01P
Cooktop de Indução Britânia BCT01P

Cooktop de Indução Quatro Bocas EOS ECI04EP

Com quatro zonas de aquecimento, com potências diferentes, você pode preparar até quatro pratos ao mesmo tempo. Seu painel digital touch é fácil e prático de utilizar, além de ser muito simples de limpar por ser totalmente de vidro plano, sem entalhes. 

Seu controle de potência com 9 níveis permite que você programe o calor necessário de acordo com cada receita. Ainda possui a função turbo, fornecendo um aquecimento extra para o aquecer mais rapidamente ou dar o toque final às suas receitas. O cooktop de indução EOS conta ainda com a função timer que vai até 99 minutos, possibilitando maior praticidade e controle na sua cozinha.

Cooktop de Indução Quatro Bocas EOS ECI04EP
Cooktop de Indução Quatro Bocas EOS ECI04EP

Cooktop a gás é bom para quem?

Usando GLP ou gás natural, os cooktops permitem que você ligue e desligue o aquecimento com o clique de um botão. A fonte de calor é a própria chama. Quando você o liga, ele aquece. Quando você o desliga, isso não acontece. Embora a superfície possa permanecer quente, não é suficiente continuar cozinhando seus alimentos.

São opções mais comuns e baratas. Além disso, permitem o uso de panelas de qualquer tipo. Como é alimentado a gás, não requer eletricidade. Ou seja, podem ser utilizados mesmo durante quedas de energia. 

Os melhores cooktops a gás 

Cooktop a Gás Consul 4 Bocas com Acendimento Automático CD060AE Bivolt

Fabricado em vidro temperado preto, este cooktop a gás conta com um queimador rápido (potência de 3000W) e três queimadores semirrápidos (potência de 1800W), proporcionando maior versatilidade no preparo de receitas e no uso de diferentes tamanhos de panela.

Possui queimadores esmaltados, ou seja, mais resistentes do que discos de apoio em aço inox. Tem o exclusivo botão “Controle Fácil”, que traz dicas de uso para diferentes tipos de preparo, tornando seu dia a dia na cozinha ainda mais prático.

Cooktop a Gás Consul 4 Bocas com Acendimento Automático CD060AE Bivolt
Cooktop a Gás Consul 4 Bocas com Acendimento Automático CD060AE Bivolt

Cooktop a Gás Britânia 5 Bocas BCT5P Bivolt

Oferece tampo em vidro bisotê temperado com 8mm, resistente a altas temperaturas e de fácil limpeza. Acendimento elétrico super automático. Conta com 5 queimadores: 2 queimadores rápidos com 3000W de potência; 3 queimadores semi rápidos com 1750W de potência. Para garantir maior resistência e durabilidade, possui trempes em aço esmaltado individuais.

Cooktop a Gás Britânia 5 Bocas BCT5P Bivolt
Cooktop a Gás Britânia 5 Bocas BCT5P Bivolt

Cooktop a gás ou de indução: qual é melhor?

Os modelos a gás são os mais baratos, econômicos e fáceis de instalar, basta que haja uma saída de gás. Permitem o uso de qualquer tipo de panela, seja de ferro, cerâmica, alumínio, entre outras. 

Por outro lado, o cooktop por indução tem um controle de temperatura mais preciso, é mais fácil de limpar, evita acidentes com queimaduras ou vazamentos de gás,  esfria mais rápido e pode ser transportado para qualquer lugar. É só ligar na tomada e começar a cozinhar. 

Ambos os modelos não possuem forno e devem ser instalado sobre superfícies ou embutidos em bancadas. Assim, o layout da cozinha fica muito clean e moderno, com um visual bem integrado.

Na hora de comprar, avalie o espaço disponível na sua cozinha, qual é o tipo de panela que você já tem em casa ou se está disposto a comprar novos utensílios. Além disso, as questões de segurança devem ser levadas em conta, optando pelo modelo que melhor servir às suas necessidades.  

Acompanhe a Frigelar 

Veja também!

Guia da Air Fryer: tudo que você precisa saber sobre fritadeira sem óleo

A fritadeira sem óleo veio para deixar seus dias mais saudáveis, sem abrir mão do sabor

Continue Lendo...

Prêmio Reclame Aqui 2021: chegou a hora de votar na Frigelar

O Prêmio Reclame Aqui agracia as empresas de diferentes segmentos que mais respeitam o consumidor

Continue Lendo...

Sobre o blog

O Blog da Frigelar nasceu do intuito de tirar todas suas dúvidas sobre ar-condicionado, refrigeração e ainda trazer dicas especiais para que seu dia a dia seja cada vez mais tranquilo, confortável e repleto de bem-estar!